Meu nome é Ricardo, tenho 42 anos, sou divorciado há 3 anos, tenho um filho de 16 anos, e ele mora com a mãe mesmo assim, moro sozinho em uma casa no centro de SP I’ Sou Advogado, a menos de 6 meses, aconteceu algo surpreendente comigo e com a sobrinha da minha esposa, o nome dela é Paola, ela tem 18 anos, uma menina branca, acho que 160 de altura, peito pequeno, bunda grande, olhos castanhos, ela se parece muito com a mãe, também conhecida como minha irmã, tenho 180 anos, cabelo preto com alguns fios grisalhos, vou à academia não sou muito forte, 18cm cheia de pintos grossos Vascular (algumas mulheres me dizem isso é engraçado) de qualquer maneira.


A Paula veio passar alguns dias na minha casa desde criança, ela era muito apegada a mim e a minha ex-mulher, ela queria ver umas aulas aqui, ela ficou na minha casa os três primeiros dias. Estava quieto cheguei em casa do trabalho e a levei para fora e pedimos comida e nos divertimos muito mas comecei a notar que ela estava usando vestidos muito curtos ao meu lado e um dia decidimos que não poderíamos perder sua bunda assistindo a um filme de terror ela estava encostada em mim e eu sentado no sofá só de short nós estávamos assistindo ela estava de pijama era uma saia eu nem prestei atenção no filme eu tava segurando ela assistindo aquilo corpo maravilhoso eu sabia disso Sentindo-se mal mas comecei a cobiçar ela e assistimos o filme todo e ela estava grudada em mim eu deveria ir dormir levantei do sofá dei um beijo de boa noite ela estava na testa logo Disse em

– Tio me pediu para dormir com você hoje esse filme me emocionou um pouco, meu quarto estava muito escuro – eu a escutei e finalmente ri

– claro princesa – eu disse a ela vamos para o meu quarto eu deito na cama meu quarto não é muito claro então o clima está bom para dormir a meia luz ela deita comigo me cubro eu a cubro a seguro por trás eu espero

– tio podes dormir assim contigo ?

-Pedi pra ela concordar então deixei ela encostar o corpo no meu e descansei meu pau de leve na bunda dela dei boa noite e fechei os olhos mas fiquei acordado só sentindo aquela bunda enorme esfregando devagar me encarando sei que ela não é a dormir também sinto a minha pila começar a endurecer passo as minhas mãos pelas coxas dela ouço

-a suspirar baixinho abro os olhos lentamente levanto a sua saia pequena e sinto-a a aproximar-se de mim sorrio maldosamente mordo o lábio ponho as mãos nas coxas nos peitos dela eu aperto devagar – você é um bebê tão lindo..

– eu sussurro ela sabe que eu sinto a mão dela na minha me fez apertar mais os peitos dela eu fiz como ela queria enquanto meu pau picou o cu dela

– virou para que o tio pudesse te beijar – gentilmente me pediu um beijo leve em seu ombro puxo seu cabelo para o lado começo a beijar seu pescoço

– tenho medo que ninguém saiba – ela se vira e diz baixinho chega um pouco mais perto de mim – vai para ser nosso bebê secreto –

— eu disse fiz ela virar completamente pra mim me inclinei e beijei devagar a boquinha macia dela um beijo carinhoso meu pau saiu da minha cueca nesse momento senti ela botar ela nas pernas em mim i abaixei minhas mãos para deixá-la sentar melhor em meu colo continuei beijando, aumentando a intensidade, ouvindo seus suspiros suaves abaixei minhas mãos em sua bunda e apertei forte, deixei ela rolar em cima de mim, separei o beijo, tirou a saia dela, deixando só a calcinha

– já quer isso? – perguntei, apertei as mãos dela para massagear seus seios ela apenas balançou a cabeça com um sorriso maldoso nos rolei na cama para ficar em cima do meu torso abaixo e comecei a chupar seus seios de boa vontade com meu pau enquanto ela ainda estava vestida Esfregando na coberta bct e logo eu beijo e mordo sua barriga tiro sua calcinha vejo bct bem rosa toda molhada começo a te chupar devagar nado minha lingua por toda sua bucetinha levanto pego minhas mãos e aperto seus peitos e escuto mais e mais gemidos Começo a masturbar seu clitóris com minha língua coloco minha mão em suas coxas e abro suas pernas

– você pode fazer o tio comer bem comida?

-eu exigi voltar e chupar seu humor bct-coma comida boa seu tio bct-eu ouvi ela parar o que eu estava fazendo tirei o cobertor da cama e joguei no chão tirei meu short e cueca pau meio sexy e com um pouco de tesão me ajoelho entre suas pernas pego meu pau de bom grado troco de beijos fico esfregando nos seios dela parece que está molhado em mim suspiro entre beijos viro minha cabecinha para a entrada dela me levanto um pouco penetro nela lentamente olhando nos olhos dela

– essa vai ser a putinha do tio – agora com os braços ao lado do corpo fazendo um sussurro maravilhoso dou um empurrãozinho mais forte deixo ele entrar todinho – ai tio… –

ela disse com um gemido comecei a bombear devagar , quase completamente fora do meu pau e empurrou para dentro Fiquei assim por alguns minutos, depois ganhei velocidade e empurrei forte por ele , fui pego pela putinha tesão por mim …

– Estou rouco, Botei a mão na cara dela, dei um tapa nela, ela segurou minha mão – sou tio, foda-se forte, vai…

– fiquei lá vendo o casamento e quando você começou a chupar meus dedos eu aumentei minhas estocadas e senti meu pau martelando forte contra sua bunda e eu tirei meus dedos de sua boca Tire-o e dou um tapa em seu rosto de novo – Pq está tão quente …

– estou respirando pesadamente de joelhos Eu agarro sua perna e dobro-a na altura do seu peito pra expor mais sua bct pra mim eu de novo Bate forte no meu pau e te escuto gemer alto – Aaain tio devagarzinho…

– eu ignoro suas falas continuo socando do mesmo jeito – vc vai insistir na sua putinha forte – eu disse estaciono meu pau no cu dela, aperto forte, depois volto a enfiar brevemente, noto que estou com dor, seguro meu pau, levanto da cama – de quatro para soltar o tio

– disse apontando para frente de mim, ela me obedeceu rapidinho, dei um tapa na bunda dela com tanta força que ela ficou bem vermelha fiz ela botar o torso na cama – puxa esse cu pra pau – me espremi atrás dela pego meu pau e bato na bunda dela aí eu venho volta e insere seguro a bunda dela no cabelo e começo a peidar

O som dos nossos corpos ecoando alto e rápido pela sala deixa tudo muito emocionante, mão Dar meu corpinho “pequeno” me fez esquecer de mim de tanto tesão está batendo no meu pau gostoso tá bem molhado escorregando apertado na boca é um prazer eu ouço ela gemer alto quase gritar eu bato no seu cu de novo – ninguém me come como esse tio, é gostoso pra caralho..

– ela disse num gemido estou satisfeita te ouvindo – vou te comer assim agora meu cachorro – eu dou outro tapa na sua bunda pra te deixar de cabelo solto eu vejo ela apertar os lençóis eu cuspo na bunda dela eu tiro meu pau do cú dela eu vou lá e chupo ela e minha língua também lambe na bunda dela pra deixar escorrer baba eu enfio minha língua no msm eu toco aí escuto gemidos agora baixinho eu abro a bunda dela com a mão eu cuspo mais na sua bunda

– vou ter que comer essa bunda- eu digo volte a chupar seu humor

– não tio, eu nunca dei vai doer – ele disse com uma voz um pouco maliciosa sorria me anime quando eu voltar e inserir seu bct eu insiro ritmicamente – vai doer mas você vai gostar – eu digo ponha meu dedo na sua bunda eu estou empurrando devagarinho parece muito fechado meu dedo entra com força – pro tio dói – ela diz seu corpo se move para frente e deixa meu pau e meus dedos saírem

-acalme amor..-eu disse vá para minha gaveta i tenho lubrificante e camisinha-não se preocupe eu não vou te machucar ok..-eu chego perto de mim e faço ela se ajoelhar de costas para mim, olhe para mim, eu a beijo de boa vontade enquanto coloco a camisinha, eu digo ela está de quatro, e quando eu separo o beijo, eu insiro meu pau em seu bct novamente, retribuo o impulso, é tão delicioso. Eu apenas esfreguei muito com meus dedos tentei inserir mas saiu- mantenha a calma porra- dei um tapa na sua bunda segurei sua bunda com força comecei a inserir sua bunda bem forte e rápido logo ouço você gemer alto eu a faço mentir na cama e eu deito atrás dela e a deixo ficar ao lado dela

– eu vou colocar a cabeça do meu bebê na minha bunda para que eu possa ter um orgasmo Tenho- eu sussurrei, coloquei meu guia de pau na bunda dela, eu a segurei forte para que ela não sai empurrei meu pau fiz ela encolher mais levantei as pernas dela – Tio devagar – ouço ela me pedir para beijar o ombro dela – relaxa meu amor – falo baixinho empurro mais sinto minha cabeça ao meio fico em silêncio por um pouco, depois dou uma estocada mais forte na cabeça, me sentindo bem apertada, aliviada – que prazer… mordi o lábio – dói…

– ela gemeu baixinho e disse fiquei um tempo parada, quando Eu notei No momento em que ela se soltou um pouco, eu gentilmente a empurrei para acostumá-la Eu coloquei minhas mãos nela e comecei a masturbar seu clitóris era tão delicioso que seu corpo estava encharcado Eu beijei e mordi seu ombro toda vez que eu inseri de vez em quando penetra mais no pênis e quando está na metade do caminho ouço ela soltar um grito e continuo com minha penetração e quando masturbo seu clitóris parece apertado na bunda e não tem força

– coloque no meu vagina, eu quero gozar, tio – ela pediu baixinho, eu coloquei meus dois dedos na sua vagina, eu os movi para lá rapidinho, e escutei seus gemidos cada vez mais, continuo assim, dessa vez eu fodo sua bunda, isso tempo um pouco mais rápido, por alguns minutos, sinto seu bct apertar meus dedos e anunciar seu sêmen melhor abraçar sua cintura na cama empurro com força sua bunda e ouço você gritar.

Finalmente eu gozei ali enfiei a camisinha e quando soltei soltei um gemido alto e ela se afastou de mim com meu pau rolei na cama e puxei ela pra cima de mim – você me pegou Louco gata – eu biquei forte acariciei – foi uma delícia – murmurei – também amo o tio mas dói

Acabei rindo baixinho com a fala dela – vai passar, não se preocupe – eu disse deixa ela ir sentei na cama e levantei – vou tomar banho, vem comigo – chamei ela e ela estendeu o braço das mãos lol- é muito grande para os meus joelhos e vendo os brincos eu a levo para o banheiro e a coloco no chão

– eu ainda sou seu tio bebê- ela diz começa o banho começa-me toma banho tira a camisinha, jogue no lixo vou tomar banho tomamos banho juntos digo ela suga meu calor até eu gozar e quando acabamos ela suga tudo nós nos secamos com a toalha e voltamos para a cama nos deitamos e dormir abraçadinho…..

Na próxima história em que transamos em uma festa, ela se divertiu muito na minha casa .. deixe um comentário ai